terça-feira, 24 de novembro de 2009

Conselho Municipal de Cultura

Estão abertas as inscrições para quem deseja fazer parte do Conselho Municipal de Cultura. Ressaltamos que os cargos não são remunerados e que estão abertos a qualquer tipo de artista que deseje participar e melhorar a cultura do município.

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Dia Internacional do Homem

Hoje é comemorado o Dia Internacional do Homem (19/11/2009), uma data pouco divulgada no calendário anual. Segue Abaixo uma matéria retirada da Wikipédia.

O Dia Internacional do Homem é um evento internacional celebrado em 19 de novembro de cada ano. As comemorações foram iniciadas em 1999 pelo Dr. Jerome Teelucksingh em Trinidad e Tobago, apoiadas pela Organização das Nações Unidas (ONU)[1], e vários grupo de defesa dos direitos masculinos da América do Norte, Europa, África e Ásia.
A diretora da Secretaria de Mulheres e Cultura de Paz da UNESCO, Ingeborg Breines, disse que a criação da data é "uma excelente idéia para equilibrar os gêneros".
Os objetivos principais do Dia Internacional do Homem é melhorar a saúde dos homens (especialmente dos mais jovens), melhorar a relação entre gêneros, promover a igualdade entre gêneros e destacar papéis positivos de homens. É uma ocasião em que homens se reúnem para combater o sexismo e, ao mesmo tempo, celebrar suas conquistas e contribuições na comunidade, na famílias e no casamento, e na criação dos filhos.
A data é oficialmente celebrada em Trinidad e Tobago, Jamaica, Austrália, Índia, Estados Unidos, Cingapura, Reino Unido e Malta, mas o apoio global à data é amplo.

Objetivos
De acordo com os criadores do Dia Internacional do Homem, os homens devem denunciar a discriminação que sofrem em áreas como educação e saúde públicas, família, direito, mídia, entre outras, projetando uma imagem positiva de si mesmos na sociedade, destacando suas contribuições. O Dia Internacional do Homem é celebrado através de seminários públicos, atividades escolares, programas de rádio e televisão, passeatas e marchas pacíficas, debates, e mostras de arte. Os pioneiros da data alegam que não querem se contrapor ao Dia Internacional da Mulher, apenas querem destacar as experiências masculinas na sociedade, como aquela data faz com as conquistas femininas. Cada ano a celebração da data enfoca um tema diferente, como, por exemplo, 2002 foi o ano da saúde masculina e 2007 foi o ano do perdão e da cura.
O coordenador das celebrações do Dia Internacional do Homem na Austrália, Phil Gouldson, elaborou, com organizadores do evento em outros países, uma lista mais ampla dos objetivos da data. São eles:
Celebrar a masculinidade e as valiosas contribuições positivas de homens e garotos para as comunidades e sociedades.
Promover e apoiar a igualdade de gêneros, encorajando homens a cumprirem com suas responsabilidades e encarar os desafios que enfrentam na sociedade de forma positiva.
Demonstrar força de caráter e coragem para com os problemas que os homens enfrentam na sociedade, contribuindo para a construção de comunidades melhores e mais fortes, onde cada um se sinta seguro e tenha a possibilidade de crescer para atingir todo o potencial que tem.

Relações com outros eventos
De acordo com a Mens Activism News Network (Rede de Notícias do Ativismo Masculino), o Dia Internacional do Homem se interliga com o "Movembro" - um evento mundial que acontece em novembro de cada ano, no qual homens deixam a barba crescer para alertar para problemas de saúde masculinos, como câncer de próstata. A saúde masculina é um dos principais temas promovidos pelo Dia Internacional do Homem.
A data também se relaciona com o Dia Mundial da Criança, celebrado pela ONU em 20 de novembro, portanto, apenas um dia após o Dia Internacional do Homem. Ocorrem celebrações contínuas de dois dias relacionando-se os temas celebrados, principalmente no que diz respeito à paternidade.
A estudiosa dos direitos do homem Diane Sears notou que 19 de novembro é o mesmo dia em que o presidente estadunidense Abraham Lincoln fez um discurso em memória aos homens que sacrificaram suas vidas na Guerra Civil Americana. Para ela, isso reforça que a data deve ser utilizada para homenagear os sacrifícios e contribuições masculinas na construção da sociedade.
Críticas
O sociologista australiano Michael Flood, conhecio por sua posição extremamente feminista, iniciou uma campanha contra o Dia Internacional do Homem em 2004. Para ele, a data seria uma celebração do "machismo". Para Phil Gouldson, da Men's Health and Wellbeing Association (Associação de Saúde e Bem-Estar Masculino), as afirmações de Flood "reforçam a necessidade" da data.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Dia_Internacional_do_Homem

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Dia da Consciência Negra

Este dia, foi dedicado em todo Brasil como o Dia da Consciência Negra, pois representa a morte de um dos maiores lideres da história do nosso país, que deu sua vida em busca da liberdade racial. Estamos falando de Zumbi dos Palmares, que em sua trajetória de vida como milhares teve sua família arrancada da sua Terra Mãe, para trabalharem como escravos nas grandes fazendas.
Zumbi nasceu livre, em Palmares provavelmente em 1665 e, segundo pesquisas históricas, seria descendente do povo imbamgala ou jaga, de Angola. Ainda na infância, durante uma tentativa de destruição do Quilombo, ele foi raptado por soldados portugueses e teria sido dado ao padre Antonio Melo, de Porto Calvo (hoje, em Alagoas), que o batizou de Francisco e ensinou-lhe português e o latim. Aos dez anos tornou-o seu coroinha.
Aos 15 anos, Francisco foge, retorna a Palmares e adota o nome de Zumbi – termo de significado incerto. Tornou-se líder e aos 20 anos destacou-se na luta contra militares, aonde chegou a ser ferido na perna mais resistiu, não só a este, mais como há vários ataques contra o Quilombo, que chegou a ter uma população com mais de 30 mil pessoas e toda uma organização liderada por Zumbi.
Os ataques eram freqüentes, e em 1692, o bandeirante paulista Domingos Jorge Velho, uma espécie de mercenário da época, comandou um ataque a Palmares e teve suas tropas arrasadas. O Quilombo foi sitiado e só capitulou em 6 de fevereiro de 1694, quando os portugueses invadem o principal núcleo de resistência, a Aldeia do Macaco.
Ferido, Zumbi foge. Baleado, ele teria caído em um desfiladeiro, o que deu origem à historia de que teria se suicidado para evitar a prisão. Resistiu na mata por mais de um ano, atacando aldeias portuguesas. Em 20 de novembro de 1695, depois de ser traído por um antigo companheiro, Antonio Soares, Zumbi é localizado pelas tropas portuguesas. Preso, Zumbi é morto, esquartejado, e sua cabeça é levada a Olinda para ser exposta publicamente. Entre outros objetivos, o de acabar com os boatos que corriam entre os negros escravizados que o Líder Quilombola era imortal.
Mas, erraram, pois Zumbi dos Palmares foi imortalizado no Brasil, por combater esta triste e vergonhosa passagem da história do nosso País.

Campos do Jordão

Em Campos do Jordão, durante este triste período da escravatura em nosso país, conta-se que muitos negros que fugiam das fazendas procuraram abrigo em uma gruta, que na época era muito bem camuflada pela mata nativa e ali tentavam recuperar suas forças e buscar uma nova forma de viver, mesmo em condições adversas mais com a liberdade que lhes faltará nas fazendas e protegidos dos capitães do mato, que os perseguiam como animais a serem capturados.
Este local que estamos falando, é a Gruta dos Crioulos, que fica localizada a 9Km, da Vila Jaguaribe e que sem dúvida nenhuma é um Patrimônio Natural da nossa cidade.

A Lenda

Contam os antigos moradores que na época da escravidão, a Gruta era um local quase inacessível, encontrada por acaso por um escravo.
Fugitivo que comunicou o fato aqueles que o acompanhavam. Devido a proteção natural fornecida pelas rochas, passaram a utilizá-la como refugio da ira dos capitães do mato. Segundo relatos de moradores da região, nas noites de lua cheia, aqueles que andarem nas proximidades da gruta, ainda hoje escutam gemidos e o bater de correntes, provocados pelos espíritos dos escravos fugitivos, que ainda vagam as redondezas.
E como não poderiamos escolher uma data mais apropriada para tal divulgação, informamos que o IPHAC (Instituto do Patrimônio Historico, Arquitetônico, Artístico Cultural) está iniciando o processo de tombamento da Gruta dos Crioulos, como Patrimônio Histórico Cultural.

Professor Daty
Secretarias de Cultura e Educação
IPHAC

Escritor de Campos do Jordão é Condecorado na Italia

O escritor Benilson Toniolo, de Campos do Jordão, foi condecorado pela Associazione Socio-Culturale di Nocera Superiore, Italia, com o Diploma de “Onore Internazionale”, por sua atuação no intercâmbio literário Brasil-Italia, através da divulgação de textos de novos autores dos dois países. A condecoração foi realizada no último dia 25 de outubro, na cidade de Salerno, por iniciativa do escritor Sabato Laudato, durante a premiação do VI Prêmio Literário “Nocera Poesia”. Benilson é membro da Academia de Letras de Campos do Jordão, União Brasileira de Escritores, União Brasileira de Trovadores e fundador do Centro de Ação Literária de Campos do Jordão. “Cuore Veneto”, seu livro de poemas escritos em língua italiana, está em fase final de conclusão.

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Circuito Cultural Paulista

Encerrando o calendário do Circuito Cultural Paulista em nosso município, teremos um show com Benjamim Taubkin, Cantos do Nosso Chão e Moderna Tradição: Neste projeto, o músico Benjamim Taubkin se une aos grupos Moderna Tradição e Cantos do Nosso Chão para levar ao público o resultado do encontro entre a música acústica contemporânea e música tradicional brasileira. O público participa e se envolve com a mistura de experimentações sonoras ao congado, folia de reis, cirandas, cocos e choro.
O evento será gratuito, e começará as 20 horas do dia 14/11 no Auditório Padre Vita (Rua Monsenhor José Vita, 321-Abernéssia)

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Fim do Festival da Viola 2009

No dia 08/11 aconteceu o encerramento da 27ª edição do Festival da Viola José Corrêa Cintra - 2009. O Festival contou com a participação de 10 competidores na categoria individual e 10 duplas, distribuindo um total de R$ 4.000,00 (quatro mil reais) em prêmios (dinheiro vindo de patrocinios). No ultimo dia aconteceu um Show com André Marthins, que levantou o público no domingo a noite, público esse que prestigiou os 4 dias do Festival, participando e torcendo pelos seus violoeiros preferidos. Nos dias do festival se apresentaram ainda o Coral da Ajape e Cintia & Vanessa.
A Secretaria Municipal de Cultura prestou homenagens a Sra. Norma Cintra (viúva do Sr. Zézinho Cintra, idealizador do Festival da Viola) que se emocionou e falou do amor dela pelo nosso município, a Prefeita Municipal, que garantiu ao público presente, a continuidade do Festival pelos proximos 3 anos de seu mandato, e ao Sr. Gilberto Costa, que com toda a certeza deixou o Festival com cara de Festival da Viola, e que sempre acompanha a cultura jordanense em todos os seus segmentos.
Gostariamos de agradecer a participação do público e de todos os violeiros, das atrações que abrilhantaram o festival, a Prefeitura Municipal e a equipe da Secretaria Muncipal de Cultura, que não mediram esforços para, mesmo sem verba, realizar um excelente Festival da Viola.


Classificação Final

Individual
1º Lugar - Teddy Berrante - Tremembé - Música: Filho Adotivo - 69 pontos
2º Lugar - Osvaldo Godoy - Campos do Jordão - Música: Ta rindo di que? - 68 pontos
3º Lugar - Paulo Ferreira - Campos do Jordão - Música: Fazenda São Francisco - 63,5 pontos


Duplas
1º Lugar - Jr. Violeiro & Zé Henrique - São José dos Campos - Música: Começo de Carreira - 78 pontos
2º Lugar - Vinicius & Gabriel - Campos do Jordão - Música: Canarinho Prisioneiro - 72,5 pontos
3º Lugar - João Batista & Cristiano - Bom Repouso-MG - Música: O Mundo de Hoje - 72 pontos


Outros Prêmios
Barraca melhor decorada: AJAPE
Melhor Instrumental: Teddy Berrante
Maior Idade: Sudarinho, 52 anos
Menor Idade: Vinicius, 10 anos


Agradecemos tambem a Minalba, Cacau Show, Ivo Eventos, Metasom, Floricultura Tsuji, Florisbely, Cozinha da Montanha, Associação Cultural Comunitária de Campos do Jordão, Policia Militar, Associação Monte Carlo, Marião Lanches, Flávio - Liga de Basquete, Vai Vai da Mantiqueira, Aldeia do Artesanato, Cuida Campos, Grupo de Escoiteros Oyaguara, AJAPE, Savisa e Convention Bureau.

Mais fotos do Festival da Viola 2009, clique AQUI.

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Secretaria Municipal de Cultura


Estamos chegando ao fim do ano, e com o intuito de deixar a população a par de tudo que a Secretaria realizou até esse momento, estamos publicando aqui no blog um informativo. Para acessar o informativo, basta clicar no link abaixo:

.

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Festival da Viola - 2009

Estão encerradas as inscrições para o Festival da Viola 2009. O Festival que em sua 27ª edição comemora seu 30º aniversário e acontecerá nos dias 05, 06, 07 e 08 de novembro, na Praça do Gazebo, distribuindo um total de R$ 4.000,00 (quatro mil reais) em prêmios (os prêmios não serão em dinheiro). Informações na Secretaria Municipal de Cultura pelos telefones (12) 3664-3524 e 3664-5441. No dia 08 acontecerá o encerramento com um show de André Marthins.

Mapa Cultural Paulista - Fase Regional - Música Instrumental

videoAconteceu no dia 30/10, no Auditório Cláudio Santoro, a fase regiaonal do Mapa Cultural Paulista 2009/2010, modalidade música instrumental. O evento contou com a participação dos seguintes grupos musicais:

Campos do Jordão - Excalibur
Guaratinguetá - Luís Felipe Moura de Toledo
Caraguatatuba - Edu Frois e Banda
Jacareí - Lívio Armando Macedo
Lagoinha - Jefferson Ludwig B da Silva
São José dos Campos - Teto de vidro
Ubatuba - Sexteto Caiçara

Infelizmente o representante de Pindamonhangaba, Orquestra de Sopro Assembléia de Deus Araretama, não pode comparecer.

O classificado para a fase estadual foi o representante de Jacareí, Lívio Armando Macedo.

Parabéns Trio Mantiqueira

No dia 30 de setembro o Trio Mantiqueira (Renata Silva - Violoncelo, Wesley Santana - Violino e Daniel Caetano - Flauta) tocou na cidade de São Paulo em homenagem a Infanta Elena de Barbon, filha de Juan Carlos da Espanha.

O Convite foi feito pelo empresario e jornalista João Doria Junior, e o concerto foi em um jantar na casa do empresario. O Trio tocou obras brasileiras de Pixinguinha, Zequinha de Abreu e Heitor Villa Lobos.